Estudantes do Mackenzie fazem protesto no centro de SP

Cerca de 500 estudantes da Universidade Presbiteriana Mackenzie saíram em passeata da Rua Maria Antônia, na região central de São Paulo, com destino à Secretaria de Segurança Pública, na Rua Libero Badaró, reivindicando mais segurança. Eles são colegas do estudante de Jornalismo Thomas Vicente, assassinado no último domingo por um policial militar que estava de folga - e já está preso. Durante a tarde, por volta das 16h31, os estudantes ocupam um das faixas da Rua Xavier de Toledo, no centro. A Polícia Militar acompanha a manifestação, que é pacífica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.