Estudantes e professores mineiros são presos com ecstasy

Polícia Militar apreendeu 330 comprimidos de ecstasy e 330 cartelas de LSD em ônibus de turismo

Rayder Bragon, de O Estado de S. Paulo,

28 de dezembro de 2007 | 19h55

Cerca de 330 comprimidos de ecstasy e 330 cartelas de micropontos de LSD, além de 150 gramas de cocaína e 600 gramas de haxixe, foram apreendidos ontem à noite pela Polícia Militar mineira dentro de um ônibus de turismo fretado para transportar estudantes e professores universitários de Belo Horizonte a uma festa rave que será realizada em cidade localizada no Estado da Bahia. Os quarenta e três passageiros foram presos e, conforme a Polícia Militar, a maioria pertence à classe média alta da capital mineira.  Uma denúncia anônima permitiu o cerco ao ônibus quando ele trafegava na BR- 381, que liga Belo Horizonte a Vitória (ES), próximo ao trevo da cidade de Caeté, de acordo com relato dos policiais. Eles ainda afirmaram que as substâncias apreendidas seriam revendidas pelos suspeitos presos em evento denominado como "Universo Parallelo - Festival de Arte e cultura Paralela", que ocorrerá no município de Ituberá, litoral Sul baiano, durante as festividades de Ano-Novo.  Os suspeitos foram conduzidos à Divisão de Tóxicos e Entorpecentes da Polícia Civil de Minas Gerais e responderão a processo por tráfico de drogas.

Mais conteúdo sobre:
ecstasyhaxixerave

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.