Estudantes espancam guia de turismo em Porto Seguro

Sete adolescentes, dos quais dois menores foram presos na cidade de Porto Seguro, extremo sul da Bahia, após se envolverem numa briga, na madrugada desta quinta-feira, com o guia turístico Alessandro Bencas, de 22 anos, que acabou sendo atropelado e sofreu várias fraturas.O caso está sendo apurado pela delegada Antonia Valadares, a mesma que prendeu um grupo de estudantes brasilienses acusado de espancar um garçom em outubro passado que acabou morrendo. A briga desta quinta começou exatamente com o "mote" do caso anterior.Os estudantes - seis de Belo Horizonte e um de Porto Seguro - haviam se metido numa rusga numa boate do centro da cidade. Quando voltavam para o hotel no ônibus alugado pela boate para transportar os clientes, os outros passageiros passaram a hostilizá-los, chamando-os de "brasilienses arruaceiros". Eles argumentaram que eram mineiros, mas o guia Bencas, aparentemente embriagado, teria esmurrado um dos estudantes. Com o inicio da briga dentro do ônibus, o motorista parou o veículo. Nesse momento, os estudantes desceram e passaram a espancar o guia. Logo depois, quando a vítima tentava se levantar da pista acabou sendo atropelado por um táxi que passou pelo local em alta velocidade. O guia foi levado para o hospital do município com várias fraturas, mas não corre risco de vida.Os estudantes foram presos e identificados como Felipe Pereira, Rômulo Sales, Mateus Vilas-Boas, Vinícius de Oliveira (mineiros) e o baiano Alex Conceição, todos de 19 anos, além de dois menores de idade cujas iniciais não foram divulgadas pela polícia, que está tentando identificar e prender o motorista de táxi que atropelou o guia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.