Estudantes fazem novo protesto contra aumento de tarifas

Alunos ligados a diversos movimentos estudantis, representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Força Sindical realizaram na manhã desta quarta-feira outro protesto contra o aumento nas tarifas dos ônibus, Metrô e trens da CPTM em São Paulo. A partir de quinta-feira, 30, as passagens do transporte público na cidade passam a custar R$ 2,30.Os manifestantes se concentraram na Praça da Sé, centro da cidade, e caminharam até o Teatro Municipal, na Praça Ramos de Azevedo, onde permaneceram por cerca de 30 minutos. Cerca de 300 pessoas participaram da caminhada e dos protestos, que terminaram ao meio-dia.As entidades estudantis, a CUT e a Força Sindical entraram com uma ação civil pública na Justiça Fazendária pedindo a revisão do reajuste nas passagens dos transportes coletivos da cidade.Esta matéria foi alterada às 13h11 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.