Estudantes não pagam conta e acabam na delegacia

Um grupo de dez alunos de Direito, da Faculdade do Largo São Francisco da Universidade de São Paulo (USP), ficou detido no 96º Distrito Policial, na zona Sul de São Paulo, após se negar a pagar uma conta de R$ 549,90, referente a um jantar em uma churrascaria localizada na Vila Olímpia. Os estudantes tentaram antecipar o "Dia da Pendura", organizado tradicionalmente no dia 11 de agosto, e disseram que não iriam pagar a conta. O advogado do grupo ainda tentou um acordo com o dono do restaurante, oferecendo o pagamento dos 10% do serviço do garçom e os gastos com bebida - um "código de ética" interno dos estudantes -, mas o proprietário do restaurante não quis fazer acordo e acionou a Polícia Militar. Todos os alunos foram levados à delegacia. O dono do restaurante assinará um boletim de ocorrência de preservação de direito e só recebe o que lhe é devido caso processe os estudantes e ganhe a causa. O grupo alegou que se antecipou ao dia 11, pois os comerciantes costumam usar a lei que lhes garante o direito de conceder apenas uma ?pendura? naquele dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.