Estudantes protestam contra aumento do ônibus em Salvador

A capital baiana viveu hoje mais um dia de caos no trânsito por causa do protesto de estudantes secundaristas contra o aumento de 15% na tarifa do ônibus, que passou para R$ 1,5 no último domingo. Eles bloquearam várias avenidas e quebraram os vidros de pelo menos 15 ônibus. Carros de passeio que tentavam furar os bloqueios também foram atacados.Os manifestantes já haviam protestado na sexta-feira quando foi anunciado o novo valor da passagem, ampliaram o ato ontem e repetiram a dose nesta terça-feira, provocando engarrafamentos em vários pontos. Sem uma liderança para unificar as ações, os grupos passaram a fechar as pistas em vários bairros, da orla marítima ao subúrbio ferroviário, alegando que não deixariam circular apenas os ônibus. O estudante de Direito da Universidade Católica do Salvador, Ibsen Reis, de 21 anos foi preso na noite de segunda-feira por o vandalismo, mas acabou liberado.Os estudantes dizem que só pretendem encerram o protesto quando a prefeitura revogar o aumento, o que o prefeito Antonio Imbassahy (PFL) não pretende fazer. "Nós temos uma das tarifas mais baixas do Brasil", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.