Estudantes são presos em Florianópolis em protesto contra tarifa de ônibus

Manifestantes querem a revogação de decreto-lei que aumentou o valor das passagens de ônibus coletivos na cidade

Priscila Trindade, do estadão.com.br

21 de maio de 2010 | 17h14

SÃO PAULO - Cinco estudantes foram detidos na tarde desta quinta-feira, 20, por desacato à autoridade durante um protesto contra reajuste das tarifas de ônibus em Florianópolis, em Santa Catarina.

 

Os estudantes querem a revogação de um decreto-lei assinado no último dia 7 pelo prefeito Dário Berger (PMDB) que aumentou o valor das passagens de ônibus coletivos. Segundo a Secretaria dos Transportes, o reajuste médio é de 7,3%.

 

Os manifestantes usavam nariz de palhaço. O protesto durou das 17 às 22 horas.

 

Segundo a Polícia Militar, alguns estudantes tentaram furar o cordão de bloqueio para impedir o tráfego de veículos em vias importantes do município. Os estudantes foram levados à delegacia, onde assinaram um termo circunstanciado. Em seguida, o grupo foi liberado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.