Estudantes são vítimas de seqüestro relâmpago

Os estudantes Tiago Neves e Mirela Lorenzato foram vítimas de um seqüestro relâmpago na madrugada de ontem em Ribeirão Preto. Os dois deixavam um bar na zona sul da cidade, por volta das 4 horas, quando foram abordados por dois homens armados de revólver. Obrigadas a entrar no veículo de Neves, as vítimas foram deixadas em uma mata próxima ao Anel Viário do município. Os homens levaram o carro e o aparelho celular de Neves. Em seguida a Polícia Militar prendeu dois suspeitos de planejar um assalto a um supermercado. Um deles estava com o celular da vítima do seqüestro relâmpago. Na delegacia, as vítimas não reconheceram os homens detidos como autores do seqüestro. A polícia investiga a participação de uma terceira pessoa, que teria passado o celular para os homens que pretendiam assaltar o supermercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.