Estudo faz radiografia de assaltos a ônibus

Os assaltos a ônibus em São Paulo sofreram um aumento de 7% no primeiro bimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2000. É o que aponta a pesquisa Roubo a Ônibus na Cidade de São Paulo, feita pelo Instituto Fernand Braudel. Segundo o estudo, os assaltantes são jovens, em sua maioria, ameaçam motoristas e cobradores, em especial na periferia da zona leste, levam pouco dinheiro, deixam um rastro de medo e, às vezes, mortos.Estudo faz radiografia de assaltos a ônibus

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.