EUA aceitam identificação no Brasil, mas querem rapidez

A embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Donna Hrinack, disse hoje que o governo americano respeita a decisão das autoridades brasileiras de tomar os procedimentos que julgam necessários ao autorizar a entrada de americanos no País, referindo-se à decisão do Brasil de fotografar e tomar as impressões digitais dos viajantes portadores de passaporte americano. Ela informou ainda que o governo dos EUA não pedirá a revisão da decisão. "É um direito do governo brasileiro", afirmou.Segundo a embaixadora, os Estados Unidos entendem que o Brasil respeita e reconhece as determinações daquele país e que agora cabe aos americanos respeitar as decisões do governo brasileiro. Donna defendeu, no entanto, que as medidas de identificação sejam executadas de forma mais rápida de modo a não prejudicar os viajantes e a indústria turística.Donna Hrinack acompanhou a reunião de uma delegação de 11 parlamentares americanos com o ministro da agricultura, Roberto Rodrigues.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.