EUA começam a escanear digitais de brasileiros no Brasil

A partir de segunda-feira, os Estados Unidos começam a aplicar gradualmente no Brasil mais um novo controlesobre os cidadãos brasileiros que pretendem ingressar em seu território. Ao requerer o visto americano no seu passaporte, nasrepresentações americanas, os visitantes terão os indicadores das duas mãos escaneados eletronicamente. Conforme comunicado divulgado pela Embaixada dos Estados Unidos, trata-se da extensão do Programa US-Visit, o mesmo quedeterminou o escaneamento das digitais de estrangeiros nos portos e aeroportos americanos desde o último dia 5 de janeiro eque provocou a adoção de medida de reciprocidade pela Justiça e, depois, pelo governo brasileiro.O novo procedimento começa a ser implementado no consulado americano em Recife, nesta segunda-feira. Em fevereiro, seráadotado no consulado de São Paulo e, em março, no do Rio de Janeiro. A Embaixada em Brasília vai aplicá-lo a partir de maio.De acordo com o comunicado, os Estados Unidos começaram a escanear as digitais dos estrangeiros que solicitam visto emsetembro do ano passado, como meio de ?aumentar a segurança de nossos cidadãos e visitantes, de facilitar viagens e negócioslegítimos e assegurar a integridade do nosso sistema de imigração e proteger a privacidade dos visitantes?. O texto reforça também que a medida está vinculada aos esforços do governo americano de prevenção de ações terroristas. Ainiciativa de escanear as digitais antes do embarque não isentará o viajante de passar pelo mesmo procedimento ao chegar nos portos e aeroportos dos Estados Unidos. Na prática, trata-se de um meio de comprovar que a pessoa que está passando noscontroles de imigração é realmente a dona do passaporte e do visto. A primeira etapa de implementação da exigência de escaneamento de digitais no momento da concessão do visto se deu emsetembro do ano passado nas embaixadas americanas em Bruxelas, Guatemala, San Salvador e no consulado em Frankfurt, naAlemanha. Até o início deste ano, 50 representações dos Estados Unidos já seguiam o procedimento, de acordo com ocomunicado. A expectativa é que, até 26 de outubro de 2004, todas as embaixadas e consulados do país que emitem vistos possam aplicar a medida. Ou seja, todo o qualquer estrangeiro que fizer a solicitação terá de submeter-se ao escaneamento de suas digitais.Apenas estarão isentas as crianças menores de 14 anos, os adultos maiores de 79 anos e os diplomatas e autoridades a serviço de seus governos.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2004 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.