EUA criticam fichamento de americanos em aeroportos do Brasil

O porta-voz do departamento de Estado, Richard Boucher, afirmou nesta terça-feira que, embora não conteste o direito do Brasil de instituir um novo procedimento de entrada de visitantes americanos no País, o governo americano pediu explicações sobre a método de implementação dos novo regulamento. Boucher também deixou no ar possibilidade de o departamento emitir um novo aviso de "advertência aos viajantes" americanos ao Brasil, para alertá-los sobre o novo procedimento."Lamentamos a maneira como o novo procedimento foi subitamente implantado para singularizar cidadãos dos EUA para tratamento excepcional, que resultou em longos atrasos", disse Boucher. "Essas dificuldades não são do interesses dos Estados Unidos, dois viajantes americanos e, francamente, dos interesses do Brasil, em termos de atrair negócios e turismo", completou o porta-voz.A embaixada e os consulados do Brasil nos EUA receberam mais de sessenta mensagens de americanos esta semana comunicando o cancelamento de planos de viagens ao País e a decisão de deixar de comprar produtos brasileiros, em protesto contra ao novo processo de fichamento de cidadãos dos EUA que chegam ao País. O remetente de uma das mensagens considerou pueril o procedimento adotado na semana passada para a entrada de americanos no Brasil. "Vocês se esqueceram do 11 de setembro?", escreveu o autor de um e-mail. "Nós temos uma razão de segurança para ter esse novo sistema enquanto que vocês, no Brasil, estão fazendo uma retaliação infantil, pois não têm motivo".Leia mais no Estadão desta quarta-feira

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.