Evento teve furtos de celulares e dinheiro

A Polícia Militar contabilizou cerca de 150 ocorrências na Parada, registradas em boletins de ocorrência eletrônicos, a maioria delas de furtos de carteira, documentos e celulares. "Houve muitos furtos, é um crime difícil de conseguir controlar no meio dessa multidão", disse o coronel Paulo Adriano Telhada, que comandou o policiamento na Parada. "Houve também garotos fazendo arrastão para beijar meninas, mas nada grave", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.