Ex-administrador acusa PT de lotear cargos

O ex-administrador regional de Perus, zona oeste, Mário Sergio Bortoto, demitido anteontem pela prefeita Marta Suplicy (PT), acusou petistas de usarem as administrações regionais para obter apoio político nas campanhas para deputado estadual, em uma prática condenada pelo partido. As denúncias são contra o presidente do diretório do PT, Ítalo Cardoso, o secretário do Governo Rui Falcão, e o líder do governo na Câmara, José Mentor. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.