Ex-advogada de Marcola divide cela com Suzane

A ex-advogada de Marcos Camacho, o Marcola, apontado como liderança máxima do Primeiro Comando da Capital (PCC), Maria Cristina de Souza Rachado passou a fazer companhia para uma presa ilustre. Nesta quarta-feira, 27, a advogada foi transferida para a cela do seguro da Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e passa a dividir os 16m² do local com Suzane von Richthofen, condenada pelo assassinato dos pais. Também são companheiras da ex-defensora de Marcola as também advogadas Valéria Dammous e Libânia Catarina Fernandes Costa. As duas são acusadas de ligação com o PCC.Na cela, as três advogadas e Suzane passam a maior parte do tempo assistindo TV. Segundo Mário de Oliveira Filho, advogado de Maria Cristina, a situação na ala é deprimente. ?Há presas com distúrbios mentais. Elas não mantêm as condições de higiene adequadas.? Oliveira Filho conseguiu na Justiça que ela seja removida para uma cela da Polícia Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.