Ex-delegado é acusado de atirar em ex-mulher

A polícia está tentando prender o ex-delegado regional de Uberlândia (MG), Aluízio de Araújo Couto, suspeito de tentar matar a ex-mulher, Margareth Figueiredo Alves. O ataque aconteceu no dia 1º na casa de Margareth, no Jardim Karaíba. Ela levou dois tiros e está num hospital particular, mas não corre risco de vida. A própria vítima apontou Couto como autor dos disparos. Ele já responde a inquérito por tentativa de homicídio da ex-mulher, em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.