Ex-diretora nega que Museu da República esteja danificado

A ex-diretora do Museu da República, Anelise Pacheco, nega que as instalações tenham sido danificadas. Segundo ela, na época, o superintendente regional da 6ª Coordenadoria, órgão do Ministério da Cultura, responsável por fiscalizar todo o patrimônio tombado da União, José Pessoa, autorizou todas as mudanças no museu. "Ele foi pessoalmente lá, por causa da importância da exposição, e apresentou essas soluções para o ar-condicionado, para o piso, e tudo foi fiscalizado por umarquiteto deles", afirmou.Anelise Pacheco também criticou o atual diretor. "Existem pessoas que são recalcadas. Esse senhor (Ricardo Vieiralves de Castro) ao assumir não quis me ouvir e não tem experiência na área, porque é professor de psicologia e nunca atuou em uma instituição. Foi indicado pela Benedita (da Silva, ex-governadora) O que sei é que agora criaram um fato político. Ele conseguiu acabar com a agenda do museu, que tinha cinco exposições mensais e agora não tem nenhuma. Além de ter desmontado e encaixotado uma exposição importante como esta, justamento no ano cinquentenário da morte de Getúlio".

Agencia Estado,

14 de julho de 2004 | 20h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.