Ex-governador admite desgaste político

MATO GROSSO

, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2010 | 00h00

O ex-governador Blairo Maggi (foto), do PR, admitiu ontem, durante entrevista coletiva, desgaste político por causa do escândalo que envolve a aquisição de 705 máquinas para o Estado. A compra, no valor de R$ 26 milhões, foi feita em 2009. Maggi disse que a situação tirou o brilho de sua saída, em 31 de março, e afirmou ter chorado quando soube da fraude na aquisição das máquinas. O ex-governador garantiu, no entanto, que vai manter sua pré-candidatura ao Senado e que tudo continuará igual. "Voluntariamente não vou desistir, mas tudo depende do cenário político", disse. "O partido pode até querer discutir e repensar para ampliação de uma composição política."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.