Ex-interno apaixonado mantém assistente social como refém

A assistente social Magali Bittebcourt, de 28 anos, é mantida como refém por um jovem conhecido apenas como Ednaldo na Comunidade de Atendimento Sócio-Educativo (Case) da Fundação da Criança e Adolescente (Fundac), da cidade de Simões Filho, região metropolitana de Salvador. Segundo informações, Ednaldo invadiu o local por volta das 16h e tomou Magali como refém.De acordo com informações de funcionários da Case, Ednaldo, que é ex-interno da instituição, é psicótico e teria a idéia fixa de manter um romance com Magali que é recém-casada e trabalha há quatro anos no local. Ednaldo está armado com um revólver, disse que sua vida não tem sentido se não se juntar a Magali e por essa razão não mostra a intenção de sair vivo da empreitada. O diretor da Case, Carlos Alberto Ferreira da Silva tentousem êxito convencer Ednaldo a se entregar durante todo o dia, mas até as 21h30 ele resistia na mesma situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.