Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil/Divulgação

Ex-jogador do Vasco é preso vendendo mídias piratas no Rio

Fabrício Eduardo seria o dono do ponto de venda, montado no Mercado Popular da Uruguaiana, no centro da cidade

estadão.com.br,

15 Outubro 2011 | 02h08

SÃO PAULO - Policiais da Delegacia de Repressão contra os Crimes de Propriedade Imaterial (DRCPIM) apreenderam, nesta sexta-feira, 14, um total de 2.017 DVDs piratas no Mercado Popular da Uruguaiana, no centro da cidade do Rio. Dois homens foram presos. Um deles é o ex-jogador de futebol do Vasco, Fabrício Eduardo da Silva Alves, 35 anos.

 

De acordo com os agentes, foram apreendidos jogos de videogame e programas de computador pirateados. O ex-jogador do Vasco, Fabrício, responsável pelo ponto de venda, participou da campanha vitoriosa do clube na Libertadores em 1998. Ele e Rafael dos Reis foram presos no local e responderão pelo crime de violação de direito autoral, que prevê um a quatro anos de prisão.

 

Segundo o delegado titular da especializada, Alessandro Thiers, investigações estão sendo realizadas para apurar a participação de outras pessoas no esquema de comercialização de produtos piratas. A fiscalização no combate à pirataria no mercado popular da Uruguaiana será intensificada.

 

O delegado disponibilizou ainda o seguinte e-mail para recebimento de denúncias: alessandrothiers@pcivil.rj.gov.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.