Ex-juiz Nicolau não vai ainda para colônia penal

O juiz Nicolau dos Santos Neto continuará recolhido às dependências da Polícia Federal em São Paulo, segundo decidiu na noite desta quinta-feira a juíza Raecler Baldresca, da 1ª Vara Federal. Nicolau está condenado a oito anos de reclusão por desvio de verbas para as obras do Fórum Trabalhista de São Paulo e evasão de divisas.A sentença é do juiz Cassem Mazloun, que havia determinado a imediata remoção de Nicolau para a colônia agrícola para cumprimento da pena em regime semi-aberto. A defesa requereu à juíza Baldresca a permanência de Nicolau em São Paulo, alegando problemas de saúde e a idade avançada do sentenciado.O Ministério Público Federal se manifestou pelo acolhimento do pedido. Em sua decisão, a juíza Raecler Baldresca pondera que a sentença condenatória contra Nicolau ainda não é definitiva. É passível de reforma no Tribunal Regional Federal, ao qual a defesa já interpôs recurso de apelação.Assim, é mais conveniente que Nicolau permaneça em São Paulo até o trânsito em julgado da sentença, isto é, quando ela se tornar definitiva, esgotados todos os recursos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.