Ex-militar confessa que matou três meninos no PA

O ex-militar do Exército André Barbosa, de 26 anos, confessou ontem, em Belém (PA), que assassinou três meninos - dois de 14 e um de 11 anos -, abusou sexualmente e tentou matar outro garoto, de 11 anos. Os três primeiros crimes ocorreram há cerca de um ano e o último, que levou Barbosa à prisão, na semana passada. Há suspeita de que as primeiras vítimas também tenham sido violentadas.O serial killer, chamado de Monstro da Ceasa, foi preso no domingo, com base em informações do depoimento do último menino atacado por ele. Durante o ataque, Barbosa escorregou, caiu em cima de um espinheiro e o garoto fugiu. O celular dele caiu na mata e foi encontrado pela polícia. No dia da prisão, policiais descobriram na casa dele, que o estrado de sua cama era amarrado com o mesmo nó encontrado no pescoço das crianças mortas, entre outros indícios. Em Belém, ele ficou conhecido como o Monstro da Ceasa, porque atacava nas proximidades do local, no mesmo bairro onde ele e as vítimas moravam. Inicialmente, a polícia imaginou que Barbosa encontrasse suas vítimas pelo site de relacionamentos Orkut, mas depois descobriu que ele freqüentava a mesma lan house dos garotos.No depoimento ao delegado Paulo Tamer, coordenador da força-tarefa que investigou os crimes, o ex-militar disse que foi abusado sexualmente quando criança e que ouvia vozes ordenando que matasse. A pesquisadora Ilana Casoy, especialista em serial killers, deu consultoria à polícia do Pará para ajudar na captura de Barbosa.

Laura Diniz, O Estadao de S.Paulo

12 de fevereiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.