Ex-miss Brasil é esfaqueada quando chegava em desfile no RJ

A ex-miss Brasil Leila Schuster, 33 anos, foi esfaqueada no fim da manhã desta quarta-feira quando chegava em uma concessionária de carros em Botafogo, na zona sul, onde assistiria ao desfile da estilista Alessa Migani, uma das atrações do Fashion Rio. Dois homens em uma motocicleta tentaram levar a bolsa de Leila, que ficou presa no braço da empresária. Ela chegou a ser arrastada por cerca de 50 metros. Para obrigá-la a soltar a bolsa, um dos criminosos a golpeou na mão direita.Leila estava acompanhada de uma amiga. As duas tomaram um táxi e seguiram para o Hospital Samaritano. Além do corte profundo, que atingiu os dedos indicador, médio e anular, a empresária também ficou com arranhões nas pernas e braços. Ela foi submetida a uma cirurgia para reconstrução de nervos, tendões e vasos sanguíneos. A operação durou cerca de três horas."Não foi um ferimento leve. Ela sofreu quase amputações. E temporariamente a paciente terá alteração da sensibilidade na ponta dos nervos. Os tendões se recuperam mais rápido, mas os nervos podem levar meses", afirmou a médica Deise Godinho, cirurgiã especializada em mãos, que operou a ex-miss Brasil.Sem segurançasO marido de Leila, o empresário Hélio Viana (ex-sócio de Pelé), disse que a família não pretende mudar a rotina nem contratar seguranças. "Isso (a violência) é um problema que o País todo está enfrentando, causado por muitos anos sem investimentos em educação, no social. Gerou-se uma garotada sem esperanças", afirmou Vianna, que acompanhava a mulher no hospital. "Gostamos do País, gostamos do Rio. Não adianta fugir".Vianna disse que conversou com Leila após a cirurgia. "Apesar do susto, ela está tranqüila. Agora está descansando um pouco. Vamos esperar até amanhã para saber quando receberá alta", disse o empresário, por telefone, ao Estado. Leila Schuster foi miss Brasil em 1993, ano em que ficou em sétimo lugar no concurso Miss Universo. Formada em jornalismo, já foi apresentadora de TV. Atualmente, dirige a própria grife, Miss Schuster. Ela é mãe de Klauss, de 11 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.