Ex-motorista do goleiro Bruno é baleado em bar de Contagem (MG)

Cleiton da Silva Gonçalves foi atingido por disparos feitos por dois homens; motorista é testemunha do caso Eliza Samudio

28 Agosto 2012 | 08h43

SÃO PAULO - O ex-motorista do goleiro Bruno, uma das testemunhas do caso Eliza Samudio, levou um tiro nas costas em um bar em Contagem, na Grande Belo Horizonte, na noite de domingo, 26, segundo informação do jornal Estado de Minas. O caso ocorreu menos de uma semana depois do assassinato de Sérgio Rosa Sales, primo do goleiro, que também era investigado por envolvimento no assassinato da ex-namorada do goleiro.

De acordo com o jornal mineiro, Cleiton da Silva Gonçalves estava em um bar no bairro Conjunto Liberdade, na Rua 12, quando dois homens apareceram, por volta das 20h. Armados, eles teriam descido e atirado contra os frequentadores, que acompanhavam uma partido de futebol entre Atlético Mineiro e Cruzeiro. A família de Gonçalves informou que ele passa bem.

A PM, ainda segundo o Estado de Minas, conseguiu identificar um dos suspeitos dos disparos. Seria um menor de 17 anos, que estaria acompanhado de um comparsa, ainda não identificado. Nenhum deles foi preso até o momento.

Mais conteúdo sobre:
eliza samudio motorista bruno baleado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.