Ex-namorado suspeito de divulgar fotos de sexo na internet

A Polícia Civil de Pompéia, no interior de São Paulo, procura o ex-namorado da universitária F.F., 24 anos, e mais quatro amigos dele, suspeitos de terem divulgado na Internet fotos da estudante de Direito fazendo sexo com dois rapazes. Por causa das fotos, F. teve de ser retirada da sala de aula da Fundação Eurípedes Soares, em Marília, onde estuda, e escoltada pela polícia, para não ser agredida pelos demais alunos, que fizeram um grande tumulto que só terminou com uso de gás pimenta pela PM.De acordo com o delegado Valter Bettio, um ex-namorado da estudante quem morava em Pompéia, mesma cidade onde mora F., é o principal suspeito de ter divulgado as fotos na Internet, que originaram milhares de mensagens ofensivas à estudante, familiares e amigos na página pessoal da universitária no Orkut.Segundo Bettio, o ex-namorado, cuja identidade está sendo preservada, se mudou de Pompéia assim que o escândalo estourou. De acordo com ele, depoimento que ouviu na última quinta-feira de F. o levou a concluir que o rapaz não aceitou com o fim de namoro proposto pela universitária. "Temos informações de que ele e mais quatro amigos podem ter feito tudo", afirmou o delegado ao Estado.Segundo Bettio, a universitária deve voltar às aulas nesta semana. "A partir de segunda-feira ela volta a estudar e, por isso, já recebeu apoio dos colegas da escola e do centro acadêmico da faculdade", comentou o delegado. Ele disse ainda que a estudante afirmou que se trata de montagens as fotos publicadas na internet. "As roupas, os acessórios e o corpo não são delas, segundo ela disse em depoimento", contou o delegado.Os dois rapazes que aparecem nas fotos com a estudante devem depor nesta semana. Ela disse conhecer os dois, mas afirma que nunca manteve contato íntimo com eles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.