Ex-piloto é preso, acusado de matar a mulher em 2007

O ex-piloto Sérgio Ivan Souza Pinho, de 72 anos, foi preso anteontem à tarde, acusado de matar a mulher, a comissária de bordo Melânia Estelina de Ataíde, de 44, no Campo Belo, zona sul de São Paulo. O caso aconteceu em 5 de agosto de 2007. A polícia trabalhou com duas hipóteses: suicídio e homicídio e concluiu que Pinho assassinou a mulher. Ele nega ter praticado o crime.Segundo o delegado titular da 1ª Delegacia de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), José Vinceprova Sobrinho, o marido da vítima caiu em contradição nos depoimentos e os resultados dos exames do Instituto Médico-Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC) foram fundamentais no caso. "A arma, um revólver 38, era antiga e pouco usada. Sem lubrificação. Uma mulher não teria forças para efetuar o disparo. Também não havia resíduo de pólvora na mão da vítima", afirmou o delegado.Segundo Vinceprova Filho, amigos e parentes da comissária revelaram que Melânia ia pedir a separação no dia em que foi encontrada morta. À polícia, o ex-piloto contou que ouviu um barulho e, ao chegar ao quarto, viu a mulher ferida. "Meu cliente sustenta que é inocente", disse o advogado Theo Dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.