Divulgação
Divulgação

Ex-PM acusado de homicídio é procurado no Rio de Janeiro

Vítima foi morta no dia 11 de janeiro deste ano no pátio de um posto de gasolina em Resende

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

23 Fevereiro 2012 | 14h29

SÃO PAULO - O Disque-Denúncia oferece recompensa de R$ 1 mil por informações que levem a captura do ex-policial militar Diego Gama de Morais acusado de assassinar o funcionário de uma empresa em Porto Real, em Resende, no Rio de Janeiro.

Thiago Justino Moreira da Silva, de 25 anos, foi morto com seis tiros por volta das 2h30 do dia 11 de janeiro deste ano. O crime foi no pátio de um posto de gasolina, às margens da Rodovia Presidente Dutra, no km 293.

A Polícia Civil apurou que o autor do homicídio era segurança do próprio posto. Foi expedido um mandado de prisão temporária pelo Juiz da Comarca de Porto Real/Quatis. Também foram expedidos mandados de busca e apreensão em endereços de imóveis de Diego.

Thiago Justino, que morava no bairro de Santa Tereza, no Rio, seguia num carro, sentido Porto Real. No carro, estavam ainda outros funcionários da empresa onde ele trabalhava. Os quatro amigos pararam no posto para abastecer. Thiago estaria trocando o pneu e discutindo com um dos amigos se a gasolina seria suficiente para chegar a Porto Real.

De acordo com o depoimento de testemunhas, o segurança pensou que Thiago estivesse falando com ele. O ex-PM puxou uma pistola prateada da cintura e deu um tapa no rosto de Thiago, que reagiu. O segurança disparou contra a vítima, que morreu no local.

O caso é investigado pela 100ª Delegacia de Polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.