Ex-policial conhecido por ´matador´ é preso em São Paulo

A Polícia Federal prendeu na tarde desta quinta-feira, 18, em São Paulo, o ex-policial civil Ricardo José Guimarães, conhecido como "Matador". Envolvido com um grupo de extermínio de Ribeirão Preto, ele foi investigado pela corregedoria, expulso da corporação e preso, mas fugiu do Presídio Especial da Polícia Civil de São Paulo há quase três anos. Na época, a diretoria do presídio foi afastada.Guimarães foi preso em flagrante no dia 29 de março de 2004, acusado do assassinato da dona de casa Tatiana Assuzena. Às 14 horas do dia 9 de junho do mesmo ano ele fugiu. A demora na recaptura levou ao surgimento de um boato, em Ribeirão Preto, de que ele teria sido assassinado.O policial já esteve na lista dos mais procurados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo. Ele é acusado de participar de cerca de 25 execuções, entre elas a de Sandro Alberto de Lima, assassinado dentro da Santa Casa de Ribeirão Preto, no dia 22 de março de 2002. Ele também foi indiciado no Rio Grande do Sul, acusado de dois homicídios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.