Ex-prefeito de Tijuca, em SC, é detido por crime ambiental

O ex-prefeito da cidade de Tijuca, em Santa Catarina, Nilton de Castro, foi detido às 23h20 de terça-feira, por policiais rodoviários federais, na Rodovia Régis Bittencourt, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Ele viajava para o sul do País quando foi parado numa abordagem de rotina. Ao vistoriarem o veículo, os policiais abriram o porta-malas e verificaram que havia um fundo falso, no qual estavam sendo transportados 65 canários-da-terra, todos ainda vivos. O ex-prefeito informou aos policiais que adquiriu os canários em Limeira (SP), interior paulista, e que pretendia libertá-los em seu sítio, em Santa Catarina. No entanto, não apresentou qualquer documentação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que autorizasse o transporte das aves. Castro foi encaminhado ao Distrito Policial Central de Itapecerica da Serra, onde assinou um termo circunstanciado. Após pagar multa, cujo valor não foi informado, o ex-prefeito foi solto, mas responderá pelo crime ambiental em liberdade.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 09h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.