Ex-prefeito diz confiar na Justiça e elogia sentença

Paulo Maluf soube pelo telefone da vitória que obteve no Tribunal de Justiça. Ele estava em uma sala do escritório Leite, Tosto e Barros Advogados - banca que o defende há anos -, quando foi avisado da sentença. Não quis se pronunciar publicamente. Apenas limitou-se a dizer, por intermédio da assessoria de imprensa, que "sempre confiou na Justiça". Maluf elogiou a sentença que o livra das amarras de um caso emblemático que marcou sua gestão na prefeitura - a compra de frangos. Em seu voto, o relator Nogueira Diefenthäler assinalou: "Não há dúvidas de que o conjunto de (grandes) coincidências levam à suspeição". "Porém, há um grande abismo entre suspeitar de algo e perpetrar a condenação pretendida."

, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.