Ex-prefeito é acusado de matar opositor a tiros

Foi morto em Ubaíra, município situado a 270 qiolômetros de Salvador, o professor Natur de Assis, na noite desta sexta-feira, com três tiros de rifle e revólver. Segundo seus familiares, trata-se de um crime político cometido pelo ex-prefeito Ivan Eça Menezes e seu irmão, Laurito Eça Menezes. Testemunhas afirmam que a morte ocorreu na casa de um morador do município, que teve a residência arrombada pelo ex-prefeito e seu irmão depois de acirrada discussão com integrantes do grupo político da atual prefeita, a médica Rosane Tavares (PSB). Preso político nos anos 70, Natur retornou à cidade natal para integrar a oposição e apoiou a coligação do PSB/PT/PV, que derrotou Menezes. Na noite desta sexta, o ex-prefeito e seu irmão interromperam com violência e ameaças a sessão aberta na Câmara de Ubaíra em que se discutia a demissão de funcionários contratados irregularmente e ligados ao grupo político dele. À noite, Ivan e Laurito Menezes saíram à caça de Natur, a quem responsabilizaram pela derrota e prejuízos políticos. "Ele ainda tentou fugir, escondendo-se na casa de um amigo, mas foi perseguido e morto sem piedade", conta a jornalista Katia Assis, irmã de Natur.A polícia militar deslocou-se para uma fazenda no município de Itaji, onde o ex-prefeito e seu irmão estariam escondido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.