Ex-presidente da Andima é assassinado no Rio

O ex-presidente da Associação Nacional de Instituições de Mercado Financeiro (Andima), Concheto Mazarela, de 62 anos, foi morto neste sábado na garagem do prédio onde morava, na Lagoa, zona sul do Rio. Duas mulheres dispararam dois tiros no executivo e balearam também o porteiro José Messildo Cabral da Silva, que está internado em estado grave no Hospital Miguel Couto.A polícia acredita que as duas mulheres sejam assaltantes. Por volta das 16h00, elas teriam tentado invadir uma das coberturas do edifício Lagoa Hills, mas não conseguiram entrar no apartamento e acabaram presas no elevador.As duas, aparentando 20 anos, foram resgatadas pelo síndico. Na garagem, atacaram Mazarela, que morreu na hora. Em seguida, elas feriram o porteiro Cabral.As duas mulheres fugiram a pé sem levar nada. Mazarela, que morava na cobertura ao lado do apartamento seria alvo das mulheres, era casado e tinha três filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.