Ex-presidente fará palestra para Telefónica

CORRESPONDENTE/ GENEBRA

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

07 Abril 2011 | 00h00

Com queda de renda na Espanha, a Telefónica convoca o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para reforçar sua mensagem de crescimento e tranquilizar acionistas e investidores. Depois de realizar no Brasil a terceira maior fusão do mundo em 2010, a Telefónica convidou Lula para ser a estrela de sua conferência nos dias 13 e 14 com investidores a analistas, em Londres. Procurada pelo Estado por telefone e e-mail, a Telefónica em Madri não respondeu quanto pagou a Lula.

Durante a conferência, acionistas esperam escutar da cúpula da Telefónica suas previsões de benefícios. Mas diante das dificuldades do mercado espanhol, em recessão, a presença de Lula seria um sinal de que os lucros virão de outra região: a América Latina.

No mercado do país-sede, a Telefónica registrou queda de mais de 5%. Na América Latina a receita da empresa subiu em 13% em 2010. E o Brasil gerou 42,7% da receita do grupo na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.