Ex-presidentes, Itamar e Sarney trocam farpas

Ex-presidentes, os senadores Itamar Franco (PPS-MG) e José Sarney (PMDB-AP) protagonizaram os melhores momentos da votação. Primeiro, o mineiro irritou o peemedebista acusando-o de atropelar o regimento. Depois, coube a Sarney defender Itamar, que digladiava com o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR).

, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2011 | 00h00

Para Itamar, Sarney não poderia ter permitido a votação simbólica do regime de urgência do projeto. "Não o fiz (exigir votação normal) porque ninguém protestou a respeito. Peço desculpas a Vossa Excelência", retrucou Sarney. Itamar replicou: "Há 16 anos havia muito mais respeito da maioria para com a minoria". Depois Itamar provocou Jucá, lembrando que João Figueiredo disse que daria um tiro na cabeça se ganhasse salário mínimo. O líder lembrou o reajuste irrisório dado por Itamar na Presidência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.