Ex-vereadores de Marília recebem R$ 3 milhões na Justiça

Dezessete ex-vereadores de Marília (interior de São Paulo), ganharam na Justiça uma causa trabalhista no valor de R$ 3 milhões, que corresponde a 27% da arrecadação da cidade. Eles exerceram seus mandatos entre 1989 e 1992 e não concordaram com a redução de 50% no salário votada pelos vereadores que os antecederam e estavam em fim de mandato. A decisão da Justiça foi tomada em última instância e, segundo o presidente da Câmara Municipal, Valter Cavina, a sentença será cumprida. Ele tenta agora negociar um parcelamento.José Carlos de Almeida, um dos 17 beneficiados, que presidiu a Câmara em 1989 e 2000, disse que os valores foram estabelecidos pela Justiça. Segundo o ex-parlamentar, quem achou ´justo´ o valor da causa foi a Justiça e ele aceita normalmente receber o numerário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.