Exame de DNA do caso Carlinhos está pronto

O exame comparativo de DNA entre o mestre de obras Carlos Alberto de Souza, residente em Bauru, e a carioca Maria Conceição da Costa, para investigar se seria ele o seu filho Carlinhos Ramires, seqüestrado no Rio de Janeiro em agosto de 1973, já está pronto. Mas a divulgação só ocorrerá numa data ainda a ser marcada pelos examinados. A informação é de Oscar Berro, presidente do Instituto Vital Brasil, que realizou o trabalho por requisição da polícia e dos órgãos de procura de desaparecidos. Carlos Alberto teve negado pela Justiça de Bauru, o pedido para o o resultado fosse divulgado somente após ele tomar conhecimento.A suspeita de ser ele o "Carlinhos" seqüestrado vem de sinais físicos e de ele próprio dizer não se lembrar da infância. A bauruense Maria Izabel de Souza, garante ser sua mãe biológica e até demonstrou isso através da certidão de nascimento e de conhecidos da família, mas o quadro de suspeitas ainda não foi desfeito porque ela e sua irmã moraram no Rio na época do seqüestro de Carlinhos Ramires.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.