Exame encontra raticida nos corpos de casal morto

Reginaldo Oliveira Fernandes Cristo e Patrícia Gasques, que morreram em 21 de setembro, após a ingestão de sanduíches de atum, foram envenenados com raticida. O veneno foi encontrado nas vísceras das vítimas, examinadas pelo Instituto Médico-Legal, que prometeu para a próxima terça-feira a divulgação do laudo completo dos exames toxicológicos.A descoberta levou os policiais do 3º Distrito Policial, onde a ocorrência foi registrada, a investigar todas as hipóteses para explicar o atentado. O técnico em Eletrônica Reginaldo Cristo, de 35 anos, era namorado da estudante de Medicina Patrícia Gasques, que tinha 22. Aparentemente não tinham inimigos.Após consumirem os sanduíches, eles passaram mal e chegaram a ser atendidos em hospitais e prontos-socorros da região. Queixavam-se de mal-estar geral, diarréia e vômitos. Patrícia foi internada na Santa Casa de Misericórdia de Santos e no Hospital Guilherme Álvaro. Foi transferida ao Hospital Príncipe Humberto, em São Bernardo, onde faleceu. Já Reginaldo, depois de muitas idas e vindas por hospitais, morreu no Pronto-Socorro do bairro do Macuco, em Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.