Excesso de ozônio leva a estado de atenção em SP

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente declarou estado de atenção na região do Ibirapuera, nesta segunda-feira. O motivo foi o alto índice de concentração de ozônio na região, que esteve acima dos padrões estabelecidos pela legislação ambiental.Ainda na capital paulista, as regiões da Mooca e de Santo Amaro registraram qualidade inadequada pelo mesmo poluente, mas em menor escala. O ar esteve bom apenas no Cambuci. As demais estações medidoras na região metropolitana tiveram qualidade regular. As condições meteorológicas permanecem desfavoráveis à dispersão dos poluentes na terça-feira.

Agencia Estado,

27 de setembro de 2004 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.