Executado no interior de uma escola estadual

A chefia dos investigadores do 44º DP ?Guainazes realizará nesta segunda-feira as primeiras diligências para tentar esclarecer um homicídio ocorrido, domingo à noite, no interior da Escola Estadual Ernestina Delbuono Trama, à RuaFeleiciano Mendonça, em Guainazes, Zona Leste de São Paulo. Com tiros por todo o corpo, foi encontrado agonizando Ednei Mesquita, de 23anos, que morreu ao ser socorrido no PS do bairro.O crime aconteceu após as 20h e, como durante a tarde funciona naquele local o projeto "Escola da Família", ainda não se sabe que vítima e criminosos estavam ali participando das atividadesdesse projeto do governo do Estado ou se invadiram a escola, quando já estava fechada. Ednei tinha passagens na polícia e respondia a processos por furto e estelionato. A suspeitaprincipal é de que tenha sido assassinato por vingança de marginais com os quais se relacionava.Vizinhos ouviram estampidos e chamaram a polícia. Quando a guarnição M-28292 chegou, os PMs encontraram Ednei ferido.Pais com medo - Moradores do bairro comentam que fatos como este demonstram a insegurança da escola e que temem pela integridade dos próprio filhos. A polícia, porém, garante que, ao que parece, os criminosos só agiram na escola porque já não havia mais ninguém no estabelecimento. Durante o dia, PMs da Ronda Escolar, mantém-se em frente ao prédio impedido que traficantes ajam ali e que se cometam atos de violência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.