Exército coloca 300 homens atrás de fuzis

O Exército colocou mais 80 militares na busca pelos sete fuzis roubados do 6.º Batalhão de Infantaria Leve, de Caçapava (SP), na noite de domingo. Agora são quase 300 homens em diligências em Caçapava e São José dos Campos. As Polícias Civil e Militar dão apoio na coleta de informações sobre suspeitos e possíveis destinos do armamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.