Corpo de Bombeiros/Divulgação
Corpo de Bombeiros/Divulgação

Exército deixa Xanxerê 10 dias após tornado

Com a saída dos 200 militares para a base em São Miguel do Oeste, o município passa a contar com o trabalho de voluntários para a segurança e a entrega de materiais de construção

Jomara Santos, O Estado de S. Paulo

30 de abril de 2015 | 18h27

XANXERÊ - O Exército deixou nesta quinta-feira, 30, a cidade de Xanxerê, em Santa Catarina, para onde se deslocou após o tornado que devastou o local no dia 20. Com a saída dos 200 militares para a base em São Miguel do Oeste, o município passa a contar com o trabalho de voluntários para a segurança e a entrega de materiais de construção, como areia, cimento e tijolos.

A expectativa era de que os homens pudessem ficar mais alguns dias em Xanxerê, mas o prefeito Ademir Gasparini foi informado de que as equipes deixariam a cidade. 


O Parque de Exposições foi transformado em central de doações, triagem e entrega de materiais doados. No Centro de Referência em Assistência Social é feito o cadastramento e atualização de dados para os atingidos pelo tornado. No ginásio do Colégio Costa e Silva, outra equipe faz a separação de kit de mantimentos que são entregues pelo Corpo de Bombeiros e assistência social.

Clubes de serviço, entidades e voluntários de outros municípios fazem o trabalho de apoio, preparando refeições ou entregando lanches para os trabalhadores que estão na reconstrução dos bairros atingidos.  Pessoas ligadas a igrejas também participam dos trabalhos.

Estima-se que até o momento mais de 2 mil pessoas já tenham auxiliado os moradores de Xanxerê atingidos pelo tornado.

Tudo o que sabemos sobre:
Xanxerêtornado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.