Exército já se movimenta no Rio

Os militares selecionados para combater o crime organizado no Rio de Janeiro já foram avisados e estão sendo submetidos a intenso treinamento que faz deles tropas "de pronto emprego". Nesta sexta-feira, na avenida Brasil, perto do depósito da Aeronáutica - de onde traficantes roubaram 22 fuzis e munição esta semana - vários carros do Exército seguiam em comboio.O Comando Militar do Leste (CML) recebeu hoje do Comando do Exército, em Brasília, documento indicando qual será a missão das tropas. O conteúdo não foi divulgado, mas já foi definido que os soldados não deverão entrar em favelas, a não ser em casos excepcionais, e sim montar bases em pontos estratégicos. É certa também a criação de um centro de operações que reunirá Exército, Marinha e Aeronáutica, além das polícias Civil Militar e Federal. Os detalhes finais da operação serão acertados na segunda-feira.Depois de dias de silêncio sobre o uso dos militares, o governo do Estado divulgou nota afirmando que o pedido feito ao governo federal "não pressupõe a incapacidade das forças policiais estaduais de cumprir a missão que lhes é delegada pela Constituição." Informa também que, nos últimos meses, as forças policiais do Rio bateram recorde de apreensões de armas e drogas e prisões de criminosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.