Carlos Alberto/Divulgação
Carlos Alberto/Divulgação

Exército tem 800 homens em municípios do RJ e de MG afetados por chuva

Governo federal diz que número pode chegar a 5 mil, se ajuda for necessária nos Estados

Rafael Moraes Moura, O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2012 | 17h10

BRASÍLIA - Cerca de 800 homens do Exército já estão atuando em municípios fluminenses e mineiros atingidos por chuvas, auxiliando no socorro à população e na remoção de famílias. Caso seja necessário, o número pode aumentar para 5 mil.

 

A atuação do Exército ocorre em sete municípios do Estado do Rio de Janeiro - Laje do Muriaé, Santo Antônio de Pádua, Itaperuna, Cardoso Moreira, Miracema, Italva e Campos dos Goytacazes - e em Guidoval, Minas Gerais. Em Guidoval e em Campos dos Goytacazes, o Exército já atuou na remoção de famílias que viviam em áreas de risco.

Os homens mobilizados integram o 56º Batalhão de Infantaria, em Campos dos Goytacazes (RJ). O 1º Batalhão de Aviação do Exército, em Taubaté (SP), e o 38º Batalhão de Infantaria, em Vila Velha (ES), também estão prontos e poderão ser acionados.

 

Uma equipe do Batalhão Escola de Engenharia, responsável por acompanhar o trabalho de recuperação de infraestrutura nos locais afetados, já foi deslocada para Campos.

A presidente Dilma Rousseff se reuniu hoje com o ministro da Defesa, Celso Amorim, para discutir as ações das Forças Armadas nas regiões atingidas pelas chuvas.

 

"Falamos sobre o papel que o Exército tem tido, o apoio que tem dado sobre essa questão das enchentes, que estamos fazendo no Rio, Minas, enfim, correspondendo sempre aos pedidos das autoridades civis", disse Amorim a jornalistas, após o encontro, no Palácio da Alvorada.

Mais conteúdo sobre:
chuvas no Rio Chuvas em MG Exército

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.