Explosão de celular pode ter provocado incêncio no ES

A explosão de um telefone celular pode ter provocado um incêndio que deixou dois irmãos mortos no bairro José de Anchieta, em Serra, no Espírito Santo.O sargento da reserva da Polícia Militar Alberto Chagas, 53 anos, e o representante comercial, Silas Chagas, morreram asfixiados. A mãe e um sobrinho das vítimas, além da mulher de Silas também estavam na casa, mas sobreviveram. O incêndio começou por volta das 2 horas desta sexta. Por causa da fumaça e do fogo, ninguém conseguiu localizar as chaves da casa. Um vizinho colocou uma escada junto à janela para que a família escapasse. Silas voltou para procurar o irmão, e acabou morrendo. Em entrevista ao site Gazeta On Line, o chefe da Divisão de Crimes Contra a Vida de Serra, delegado Gilson Rocha, afirmou que tem indícios que o telefone celular que estava sobre um sofá explodiu. O Corpo de Bombeiros informou, no entanto, que o laudo sobre as causas do acidente sai em 15 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.