Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

Explosão em empresa de oxigênio deixa cinco feridos em Fortaleza

Vítimas têm quadro de saúde estável; prefeito da capital cearense diz que problema não compromete o abastecimento de insumo hospitalar na região

Jefferson Perleberg, Especial para o Estadão

24 de abril de 2021 | 17h44

Uma explosão na manhã deste sábado, 24, ocorreu em uma unidade da empresa fornecedora de oxigênio White Martins, no bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. Segundo o Corpo de Bombeiros, o atendimento das equipes do quartel central chegou um minuto após o acionamento. Cinco pessoas ficaram feridas, sendo que três foram encaminhadas a uma unidade de emergência. Segundo a prefeitura da capital cearense, o acidente não vai compromete o abastecimento do insumo hospitalar na região. 

Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, foram deslocadas uma viatura de autosalvamento, uma viatura de combate a incêndio, além de oito ambulâncias. Todas as vítimas foram atendidas no local e não houve necessidade de encaminhar as outras duas ao hospital. Também foram deslocadas equipes da Defesa Civil do Município e da Polícia Militar do Ceará. O perímetro de segurança na região segue isolado. Foi descartada a possibilidade de incêndio no local.

Vídeos circulam em redes de moradores assustados com a explosão e com a fumaça, que era vista a quilômetros de distância. Segundo esses relatos, o impacto da explosão foi grande, janelas quebraram e destroços foram arremessados em residências da região. Em um dos vídeos o morador afirma que “chegou a tremer tudo”.

 

No início da tarde, o prefeito de Fortaleza, José Sarto, foi ao local do acidente. Em vídeo nas redes sociais, ele disse que não haverá problemas no fornecimento de oxigênio em hospitais e unidades da rede pública. “Pessoal, passando aqui para tranquilizar os fortalezenses, pois conversamos com representantes da White Martins e eles nos asseguraram que, neste momento, o abastecimento de oxigênio nas nossas unidades hospitalares não será afetado”. Segundo o prefeito, as vítimas que estão internadas têm 19, 43 e 45 anos de idade e seguem estáveis, em avaliação clínica.

Em nota, a White Martins informou que equipes da empresa estavam se deslocando para o local por causa de "um incidente" na unidade. Também relatam que três pessoas ficaram feridas e  foram conduzidos para um hospital, “onde encontram-se estáveis e realizando exames de imagens para avaliação clínica”. A empresa informou que está dando apoio aos feridos e colaborando com as autoridades. 

A nota também esclarece que as instalações afetadas não produzem oxigênio e são destinadas apenas ao enchimento de cilindros. “A produção de oxigênio líquido no estado não foi comprometida e a empresa está buscando alternativas para o enchimento dos cilindros. Mais informações serão divulgadas oportunamente” encerra a nota.

A empresa representa, na América do Sul, a Linde, maior empresa global de gases industriais e engenharia. A unidade instalada no Ceará detém clientes principalmente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, sendo uma das mais importantes das regiões. Além da indústria, a empresa atende a setores essenciais para a população, como é o caso da produção de gases para a saúde.   


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.