Explosão em escola deixa 14 estudantes feridos no Ceará

Uma explosão ocorrida perto de uma escola, no norte do Ceará, deixou 14 estudantes feridos. No momento da explosão, os jovens estavam assistindo as aulas. Pedras de até 100 quilos atingiram a escola e provocaram estragos de todos os lados. A explosão foi provocada pela dinamite usada para escavação de valas para a rede de esgoto. A empresa que fazia a obra foi contratada pelo Governo do Estado. Em poucos minutos, seis das 13 salas de aulas ficaram destruídas. A organização das carteiras em círculo evitou o pior já que os escombros caíram no centro de algumas salas. A coluna do prédio foi arrancada com a violência da explosão. Ventiladores e escombros caíram sobre os alunos. Os 14 adolescentes que ficaram feridos foram encaminhados para hospitais próximos.A polícia já ouviu o dono da empresa e o engenheiro responsável pela obras. Eles afirmaram ter seguido as regras de segurança e também disseram que avisaram os moradores, mas não sabiam que bem ao lado havia uma escola. O Governo do Estado informou que havia proibido o uso de explosivos na obra. A empresa se comprometeu a reconstruir assalas. As informações são da TV Globo News.

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 17h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.