Explosão em fábrica da Caloi deixa 11 feridos

Uma explosão na fábrica de bicicletas Caloi, em São Paulo, deixou 11 funcionários feridos, esta manhã, com queimaduras de primeiro e segundo graus. A explosão aconteceu no depósito de sucata, por volta das 10h30, e foi ouvida num raio de mais de um quilômetro de distância. Testemunhas disseram que nas empresas em frente à fábrica o chão chegou a tremer.A Caloi divulgou uma nota afirmando que as causas do acidente ainda estão sendo investigadas, mas o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Sebastião Garcia Ferreira, que visitou o local, disse que a explosão foi provocada por um equívoco de um funcionário que tentava remover com uma empilhadeira uma caçamba cheia de cavacos de alumínio. "Ele não sabia que tinha solvente no fundo da caçamba. Pensou que fosse água e usou um maçarico para furar a caçamba e esvaziar o líquido e torná-la mais leve", disse Sebastião.A caçamba estava numa área externa da fábrica e por isso os danos não foram maiores. No entanto, os vidros e janelas localizados até 100 metros de distância do ponto se estilhaçaram com a explosão, segundo o sindicalista. Das 11 pessoas atingidas, seis tiveram ferimentos leves e foram atendidas na enfermaria da própria Caloi, segundo comunicado da empresa. Os outros foram encaminhados aos hospitais da região e liberados pouco depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.