AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Explosão em fábrica de fogos causa morte

Um homem morreu e outro ficou gravemente ferido com a explosão ocorrida em uma fábrica clandestina de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte, a 226 quilômetros de Belo Horizonte, no Centro-Oeste de Minas. Segundo a Polícia Militar, oito quilos de pólvora que estavam em um barracão, na zona rural do município, foram detonados. Com o impacto, Ernane Francisco Bessa, cuja idade não foi informada, morreu na hora e Joaquim Cândido dos Santos, de 54 anos, foi levado com queimaduras para a Santa Casa do município. A explosão também danificou um galinheiro, um chiqueiro e um Chevette, estacionado nas proximidades. Foi o segundo acidente com as mesmas características e com morte em Santo Antônio do Monte, conhecida como a capital brasileira dos fogos de artifício, em menos de um mês. No dia 7, houve uma explosão na fábrica Sá Monte, também na zona rural. Três funcionários - . Mário Eustáquio de Almeida, de 47 anos, e os irmãos Antônio Gonçalves Basílio, de 29, Aroaldo Basílio, de 23 - morreram na hora, e três barracões de estocagem de fogos foram completamente destruídos.

Agencia Estado,

26 de junho de 2001 | 20h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.