Explosão em fábrica de fogos mata três

Três pessoas da mesma família morreram hoje em conseqüência de explosão em uma fábrica clandestina de fogos de artifício, no sítio Ilhetas, no município de Limoeiro, a 77 quilômetros do Recife. Outras duas pessoas tiveram queimaduras graves na explosão, segunda-feira, e permanecem internadas.Morreram no acidente Maria do Nascimento, a filha dela, Maria José Souza Pimentel, de 41, e o neto, Adonias Guerra Pimentel, de 12. Permanecem internados na Unidade de Queimados do Hospital da Restauração (HR), Maria Claudiana Souza Pimentel, de 11 anos, e Artur Farias Pimentel, de 17, que está fora de perigo. Segundo o médico Marcos Barreto, as chances de sobrevivência da menina são muito pequenas.Artur, o filho mais velho de Maria José Souza, a responsável pela fábrica de fogos, contou que estava chegando em casa quando ocorreu a explosão, num pequeno galpão, no quintal. A família trabalhava com fogos de artifício havia 20 anos. Ele disse que quando entrou no local os quatro estavam no chão, com os corpos em chamas. Artur se queimou nas costas, nos braços e nas pernas enquanto socorria os familiares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.