Explosão em galeria subterrânea deixa 2 feridos

Dois funcionários de uma empresa de telecomunicações sofreram queimaduras, neste domingo à tarde, depois de uma explosão dentro da tubulação subterrânea de telefonia na esquina da Rua Venezuela com a Avenida Brasil, no Jardim América, zona sul de São Paulo. A explosão teria sido causada por um vazamento de gás e aconteceu quando um dos funcionários acendeu um isqueiro dentro da galeria.João do Carmo de Souza, de 40 anos, que acendeu o isqueiro, e Reginaldo Miranda dos Santos, de 44 anos, que estava bem próximo da tampa aberta ficaram feridos após a explosão. O impacto arremessou para longe cinco tampas de ferro da caixa subterrânea de telefonia.Souza conseguiu sair em chamas da galeria e foi levado para o Hospital das Clínicas com queimaduras no rosto, no peito e nas costas. Santos sofreu queimaduras leves. A polícia instaurou um inquérito para apurar a causa do acidente. Até o começo da noite, funcionários da Comgás esperavam a perícia analisar o local para entrar na galeria e verificar se houve realmente vazamento de gás.

Agencia Estado,

26 de julho de 2004 | 00h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.